Absurdos Éticos

Pessoal,

Hoje foi um dia de rotina normal no gabinete. Mas eu queria aproveitar o espaço para comentar o absurdo que foi denunciado na coluna do jornalista Fernando Molica no último dia 07.
A coluna conta: “Praticando o Mal: Um vereador carioca de primeiro mandato é sério candidato a inaugurar o Conselho de Ética da Câmara Municipal. Na semana passada, seu principal assessor exigiu que os demais funcionários lhe entregassem a primeira parcela do 13º salário. O áudio da reunião chegou a ser colocado na Internet mas já foi retirado. Na conversa, o chefe de gabinete do vereador classificou a coleta de “contribuição” e disse que o dinheiro poderia ser devolvido no fim do ano – mas isso não era garantido. Recreação: Funcionários do vereador dizem que não é a primeira vez que ele brinca com dinheiro alheio – ‘sua excelência’ já teria embolsado os salários de janeiro e fevereiro dos assessories. Importante: os pagamentos são feitos pela Câmara, com o dinheiro de todos nós”.
Como membro titular do Conselho de Ética da Câmara gostaria de dizer que isso é uma vergonha para nossa casa e estou à disposição para analisar e condenar essa prática. Até o momento, contudo, nenhuma denúncia chegou aqui, nem mesmo anônima.
No Paraná, já há exemplo de condução ética, vejam clicando aqui. Agora dependemos que estes funcionários tenham a coragem de denunciar, pois sem fatos ou dados ficamos de mãos atadas. Vamos esperar.
Abraços,
Paulo Messina
%d blogueiros gostam disto: