Tragédia (Anunciada) em Santa Teresa

Pessoal,

Estava hoje aqui no Gabinete quando me ligaram de Santa Teresa avisando do ocorrido. Eu e minha equipe chegamos a tempo de acompanhar o resgate dos bombeiros e policiais, que estão todos de parabéns pela rapidez com que chegaram e profissionalismo na execução dos trabalhos. A população ajudou a retirar o teto do bonde destruído…

… enquanto os bombeiros remexiam as ferragens.

Três pessoas morreram no local e o motorneiro Nelson, bem conhecido e querido no bairro, que havia sido levado ao hospital, não resistiu aos ferimentos e morreu. Outra quinta pessoa, segundo informações, também já faleceu. Há duas pessoas em estado grave com traumatismo e diversos outros feridos.

O bonde ficou completamente destruído após descarrilhar e bater num poste.

A verdade é a seguinte: a responsabilidade disso é da incompetência do secretário estadual de transportes, Julio Lopes. Já disse num vídeo anterior que, chamando-o de incompetente, estou sendo muito bondoso: O contrato que este senhor fez com as empresas para “reforma” dos bondes, no valor de 22 milhões de reais, foi declarado ilegal pelo Tribunal de Contas do Estado por conter diversas irregularidades.

Mas não precisava do Tribunal de Contas, certo? A própria população de Santa Teresa sabe muito bem vários adjetivos para o secretário Julio Lopes, tanto é que não o pouparam de ouví-los gritar “assassino” e “ladrão”, entremeados por vaias. Os bondes, que antes eram em número de 19, agora são apenas 4 que rodam o bairro, isso porque foram gastos 22 milhões para reformá-los (leia-se, construir VLTs novos impróprios para a topografia de Santa Teresa e sucatear os antigos). O resultado disso é que a população superlota as cabines e estribos, uma vez que os horários são irregulares e há por vezes grandes demoras entre um e outro. E foi o caso desta vez, o bonde estava superlotado.

Vaias e gritos de “Assassino” e “Ladrão” eram ouvidos enquanto Julio Lopes tentava justificar a imprensa o injustificável.

Em uma comissão que presidi aqui na Câmara ao longo ano passado, tendo publicado o relatório no Diário Oficial do Legislativo em fevereiro deste ano, ficou claro para nós que há total negligência com o sistema de bondes, e eu já apontava que era necessária a Municipalização e a reforma de todo o sistema. Ainda escrevi oficialmente no relatório: “(…) nota-se que houve erro na estratégia adotada nessa revitalização (…) mecânicos (…) tirando as peças de outros bondes, o que acarretará uma gradativa degradação dos novos bondes. (…) a escassez dos bondes prejudica e muita a locomoção dos moradores, é comum ver os bondes superlotados, obrigando aos passageiros a andarem pendurados sobre o estribo do Bonde, propiciando acidentes (…)”.

Na próxima segunda-feira vou apresentar o relatório e solicitar ao Ministério Público que indicie Julio Lopes por homicídio, uma vez que estava plenamente ciente dos riscos, já que nosso estudo foi publicado em veículo oficial, isso fora os relatórios também do CREA e da própria população local. Além disso, já acabou o tempo de todos nos mobilizarmos para EXIGIR da Prefeitura e do Governo do Estado a Municipalização!

Para quem quiser o link do relatório, clique aqui. A Conclusão é o item 8, e o sistema de bondes é logo o primeiro item.

Vamos ver se agora, depois de uma tragédia sem precedentes no bairro, conseguimos ser ouvidos para reforma do sistema, e que o senhor secretário Julio Lopes pague por seus crimes. Meu sentimentos às famílias das vítimas e vamos continuar a luta juntos.

Abraços,
Paulo Messina

Marcado:, , , , ,

5 pensamentos sobre “Tragédia (Anunciada) em Santa Teresa

  1. elizabete costa da silva domingo, 28 agosto 2011, 12:11 AM às 12:11 AM

    Conto com vc para fazer tal denuncia ao MP, vidas que se foram, população abandonada, falta de justiça, povo cansado, mal tratado. Não queremos riquezas, queremos ter uma vida digna, com bons hospitais, boas escolas, educação publica de qualidade (a mesma que eu tive), segurança, trabalho, comida, não é muito, é o mínimo, é nosso direito, está na constituição brasileira.
    Julio Lopes, empresário, dono de escolas, burgues, irresponsável como muitos que habitam nosso Rio de Janeiro e o nosso páis. Não sei como conseguem dormir.
    Abçs.

  2. Ana Paula Cordeiro domingo, 28 agosto 2011, 12:30 PM às 12:30 PM

    Paulo, cotinue nos ajudando com sua voz.
    Precisamos dela, pois o sentimento que tenho é que sempre conseguem abafar os nossos protestos e denúncias sobre o que acontece aqui em Sta Teresa com relação aos vários e infelizes episódios que já tivemos com os bondes.
    Que dessa vez, se virem os holofotes para os assassinos responsáveis pela recente tragédia, de nomes Júlio Lopes e Sérgio Cabral.

  3. Luis R domingo, 28 agosto 2011, 3:45 PM às 3:45 PM

    Triste e anunciado acidente trágico com o bonde e com a morte de cinco pessoas além dos feridos graves. O transporte do bairro é criminoso, com a conivência dos agentes públicos e dos serviços envolvidos. Taí, aconteceu e já veio o PIG falando em excesso de lotação. Absurdo, o bnde é um veículo pesado, impossível de ser virado 45 pessoas ou 50. O acidente foi causado pelo descaso, irresponsabilidade, negligência, desrespeito, desprezo com a coisa pública, com o público, moradores e visitantes da cidade e com a vida. Há omissão do poder público, a secretária de transportes comete crime doloso. Como podem os veículos de transporte público no bairro de Sta Teresa RJ circularem tão precariamente ? Até quando haverá morte e impunidade com um serviço simples e básico nesta cidade ? O preço da passagem do bonde é R$0,60, eu pago 1,20 para ter segurança. O bonde, o transporte mais arejado, não poluente e poético do Rio está matando e morrendo. O secretário de transportes da cidade do Rio de Janeiro chama-se Julio Lopes.

  4. luiz carlos terça-feira, 30 agosto 2011, 1:21 PM às 1:21 PM

    Vereador, bom dia…. A tentativa do secretário Julio Lopes é culpar o motorneiro por não recolher o bonde após um batida com um ônibus. Deve-se pesquisar a ocorrência de algum BO. Qq motorista de ônibus que tenha um acidente deve procurar um auto, pois caso contrário pagará o conserto. Quem sabe não há um falso testemunho? Parabenizo pela sua ação, pois O Rio de Janeiro, tanto estado quanto prefeitura não tem uma imprensa isenta. Será que po MP foi omisso? Viva o bonde, como disse a presidente da associação de moradores, – o bonde é a alma de Santa Teresa. Cumprimentos .

  5. […] próprio Júlio Lopes, ligado diretamente ao sucateamento dos bondes, que acabou matando pessoas na tragédia de 27 de agosto. A ONG RIOSOLIDÁRIO, que é uma empresa privada, para a qual os bens foram doados, tem à sua […]

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: