Projeto Cidade Limpa

Pessoal,

Um decreto da Prefeitura decidiu pelo fim dos outdoors, semelhante ao que aconteceu em São Paulo, no projeto Cidade Limpa.

É provável que se comece a discutir um Projeto de Lei para isso. Por esse motivo, quero ir ouvindo a opinião de vocês. Abaixo, alguns prédio do centro, antes e depois do fim da propaganda.

Antes:

Depois:

Ainda, outro fator para considerar; em várias cidades no mundo, os outdoors, iluminados ou não, são referência, como por exemplo essa praça, que você já deve ter visto em filmes, ou, quem teve a oportunidade, pessoalmente:

Arquitetos e Urbanistas, no entanto, defendem o fim da poluição visual e da desordem gerada. Para referência, o tamanho da confusão pode ser visto nessa matéria do Globo de hoje.

Qual a sua opinião? Os outdoors de propaganda devem ou não ser proibidos, e por quê? Sua opinião é importante!!! É uma discussão que está se iniciando e certamente vai acabar como lei.

Abraços,
Paulo Messina

Marcado:, ,

10 pensamentos sobre “Projeto Cidade Limpa

  1. Gilberto Vitor Martins terça-feira, 19 junho 2012, 9:20 AM às 9:20 AM

    Acho q os outdoors nao devem ser proibidos, pois é uma afronta ao principio da livre propriedade. É dever do Poder Publico Municipal padroniza-los, conferindo medidas maximas ao outdoor de acordo com o tamanho e localizacao do imovel em q ele se localiza.

  2. Sonia Maria Remy terça-feira, 19 junho 2012, 9:23 AM às 9:23 AM

    Difícil não é amigo Paulo Messina? Eu sempre gostei daquelas fotos dos americanos com aquela iluminação fantástica dos out-doors mas na verdade talvez tenha que haver um estudo estético, se bem que nada há de estético na profusão de out-doors iluminados. Também me parece que devem ser limitados a determinados espaços. Não sou contra mas devem ser analisados quanto à estética e isso limita porque algumas vezes somente fazendo e deixando, fazendo e tirando. O que não gosto mesmo é dessas paredes todas pintadas por grafiteiros. Há alguns espaços em que isso é até bom mas, há outros muito agressivos à estética e à Arquitetura. Vejamos então um pouco os seus exemplos no 1o. há alguns que tapam os outros edifícios, não deviam. Outros que não, então são um caso a estudar. Esse depois aí, não diz nada porque não corresponde ao primeiro e também não foram retirados. Um exemplo melhor poderia ajudar melhor na avaliação, como: acesos e apagados, com e sem. Desculpe-me a crítica mas, considero que é de grande valor a sua abertura para esta discussão. Bom dia.

  3. Carlos Schramm terça-feira, 19 junho 2012, 9:28 AM às 9:28 AM

    Acho que polui muito a cidade, e atrapalha as informações contidas nas placas de transito.
    Mas indicações pequenas como a de bancos lojas são importantes, para orientar as pessoas e principalmente os turistas.

  4. Teresa (@TeresaGmo) terça-feira, 19 junho 2012, 3:00 PM às 3:00 PM

    Com a saúde e a educação em caos, discutir se continuaremos a ter outdoors ou não na cidade é patético…”para inglês ver” ……. E viva a copa do mundo! Mas….é aquilo, cada um tem a sua opinião….

  5. sheila maria pinto santos terça-feira, 19 junho 2012, 4:34 PM às 4:34 PM

    É só fiscalizar,exigir manutenção para não prejudicar a estética,e não tirar o ganha pão das pessoas.Tem muito mais sujeira por aí para ser vista…

  6. antonio i pequeno terça-feira, 19 junho 2012, 10:13 PM às 10:13 PM

    boa noite cidade limpa é cidade educada a propaganda so de bichinho gato, cachoro, educando sempre cuidando deles porque eles não pedi nada.

  7. paulohpontes sexta-feira, 22 junho 2012, 10:29 AM às 10:29 AM

    Mais uma vez o governo querendo meter a mão no bolso alheio.
    Para muitos destes prédios a renda advinda destas propagandas gera uma economia substancial (quando não total) do valor do condomínio.

    Ao invés de mandar tirar, porque não padronizar e criar regras que permitam o bom uso deste recurso.
    Por exemplo, prédios que tenham propagandas em sua lateral ou seu topo passam ter a obrigação de manter o padrão estético do prédio e da fachada.

  8. lucia sexta-feira, 22 junho 2012, 5:07 PM às 5:07 PM

    Quando o visual engrandece, não vejo mal nenhum nos outdoors. Concordo com paulohpontes.Educar para conscientizar.Onde trabalho,em CURICICA, Jacarepaguá,num CIEP, vejo que as pessoas precisam ser trabalhadas. Muito lixo,muito animal abandonado.Se pudesse encher de cartazes,outdoors chamando á conscietização, seria maravilhoso. Pior que a poluição visual e a má qualidade de vida, descaso com os animais e com si proprio e o descao com o meio ambiente.

  9. Maria Lúcia da Cunha Fernandes sábado, 30 junho 2012, 2:40 PM às 2:40 PM

    MAIS UMA VEZ ESTÃO SE METENDO ONDE NÃO ESTÃO SENDO CHAMADOS.TEM COISAS PIORES PARA RESOLVER E NADA FAZEM. OS HOSPITAIS ESTÃO NA FALÊNCIA, ENSINO NEM DÁ PARA COMENTAR. PRIMEIRO TINHA QUE TIRAR TODOS OS PRÉDIOS QUE ESTÃO ENFEIANDO A NOSSA CIDADE. QUANTO A PROPAGANDA É SÓ PADRONIZAR E FISCALIZAR ONDE OS COLOCA. O MAIS LAMENTÁVEL É QUE VAI TIRAR O GANHA PÃO DE MUITOS TRABALHADORES QUE FAZEM ESSE SERVIÇO. ACHO QUE OS SENHORES VEREADORES E DEPUTADOS DO RIO DE JANEIRO PRECISAM FAZER LEIS QUE AJUDEM A POPULAÇÃO. SE OLHAR PARA TRÁS TEM MUITAS PRIORIDADES PARA SEREM FEITAS. AS ELEIÇÕES ESTÃO CHEGANDO, GOSTARIA DE VER A RESPOSTA DO POVO.

  10. Maria Lúcia da Cunha Fernandes sábado, 30 junho 2012, 2:52 PM às 2:52 PM

    RIO LIMPO, ACHO NECESSÁRIO. O PRINCIPAL A SER FEITO É OLHAR O ABSURDO DE FAVELAS QUE JÁ ESTÃO EM TODO O NOSSO ESTADO. LUGARES NOBRES QUE FORAM INVADIDOS E QUE FICARAM PARA SEMPRE. EU MORO NO RECREIO OS BANDEIRANTES, NA AV.DAS AMÉRICAS EU VEJO COMO TEM CRESCIDO O NUMERO DE PESSOAS QUE ENTRAM NESSES LUGARES. É DE IMPRESSIONAR.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: