Professores: 1/3 Extraclasse fora da Unidade?

Pessoal,

A proposta de se cumprir 1/3 das atividades extraclasse fora da unidade escolar é de fato polêmica. Mas é tão polêmica quanto necessária.

Criado em janeiro de 2014, um grupo exclusivamente de Professores de Educação Infantil, que hoje já abrange aproximadamente metade da categoria, teve a idéia e trouxe a sugestão para nós.

A princípio, quando as discussões ainda estavam embrionárias, parte da minha própria equipe de professores rejeitou. Por conta da divisão, pedi uma reunião para debatermos o assunto. Só compraria a idéia se estivéssemos com argumentos para fazê-lo, com foco na melhoria do trabalho e da qualidade da Educação.

Houve então a reunião presencial no dia 22 daquele mês. Além da própria sugestão, também apresentaram algumas pesquisas feitas, incluindo municípios em que a prática já funciona.

reuniao-pei-1-3

Na reunião, que durou mais de três horas, fechamos nossa posição de defender que 2/3 do total do 1/3 de atividades extraclasse deveriam ser fora da unidade.

Com esse objetivo, já apresentei o Projeto de Lei nº 727/2014 (texto na íntegra aqui).

Também ficamos de visitar a cidade de Belo Horizonte, onde isso já foi implementado, para ver como funciona lá na vida real. Aguardamos apenas a confirmação da data pela secretaria de Educação local, o que deve ser em meados de Maio/2014. Publicarei o relatório da viagem posteriormente aqui (NOTA: os recursos da viagem são próprios).

Depois disso, fiz meu posicionamento oficial no plenário em 27 de fevereiro. (Veja mais clicando aqui).

Precisamos ampliar a discussão a grupos de PII e PI para estudarmos juntos o impacto que poderia ter em suas relações específicas de trabalho. Infelizmente, já convidamos o sindicato, mas não houve qualquer resposta ao convite de discutir o projeto, portanto agora o faremos diretamente à categoria, para uma Plenária aqui na Câmara.

Muito tem se falado em garantir 1/3 de “planejamento” aos professores. Primeiro equívoco comum é referir-se ao tempo de 1/3 de atividades extraclasse como apenas “planejamento”, que é tão somente uma das três principais atividades elencadas na Lei Federal.

Estudos do Professor e Avaliação também são atividades do universo extraclasse. E em todos os três casos, existem dificuldades de realizá-las todas dentro da Unidade Escolar.

É fato que os problemas de espaço, condições de estrutura física, técnica – inclusive computadores -, telecomunicações (internet, telefone etc), entre outros, dificulta muito a qualidade e a dinâmica do planejamento, para não dizer os estudos do próprio profissional.

É igualmente verdade dizer que acaba se levando trabalho para casa, quando se usa o próprio computador e internet para pesquisas, tempo para conhecer museus e exposições para levar os próprios alunos, ou mesmo cursar uma pós graduação à noite.

Quanto ao controle, com a eventual preocupação do Professor poder utilizar seu tempo fora da unidade para concursar uma nova matrícula, ou contratação CLT em unidade particular, é de fácil resposta: o tempo a que tem direito é dado para execução das atividades extraclasse. Elas estarão sendo feitas?

A resposta é simples: têm de ser feitas e, com essas condições, de forma muito melhor do que estarão hoje, dentro da unidade.

Por fim, a reserva de parte do tempo extraclasse dentro da unidade é justamente para o trabalho em equipe, com outros profissionais de educação e, principalmente com a coordenação pedagógica.

Os próximos passos são discutir com a categoria em plenárias, com a SME, realizar a visita técnica a Belo Horizonte, documentar e conseguir colocar o projeto em pauta (com ajustes posteriores, se necessários) para votação. Vamos dando notícias.

Abraços,
Paulo Messina

8 pensamentos sobre “Professores: 1/3 Extraclasse fora da Unidade?

  1. Telbia Ferreira terça-feira, 15 abril 2014, 5:56 PM às 5:56 PM

    Um planejamento bem elabora, pensado vale muito para nos educadores até porque eu não tenho esse tempo para elaborar meu planejamento com estudo e pesquisas que melhor me convém, o tempo que tenho é destinado a estudo e conversa com o coordenador pedagógico onde não nos sobra tempo, espaço nem subsídios para elaboração do mesmo.

    Messina sou PEI e estou decepcionada com a exclusão dos cursos de capacitação continuada, dos benefícios como os kits multimídia entre outros. Afinal fiz concurso para ser professor de Educação Infantil assim como poderia fazer para PII, a educação é dividida por seguimentos, mas, os direitos são os mesmos ou não?

    Em 15 de abril de 2014 17:09, Blog do Messina

  2. vanessa terça-feira, 15 abril 2014, 6:44 PM às 6:44 PM

    Considero este 1/3 de atividades extraclasse fora da unidade relevante, pois nós professores a cada dia estamos assumindo mais responsabilidades burocráticas (relatórios e avaliações impressos de alunos , pesquisa para o nosso planejamento e assim, como os AEIs (8 horas fora de sala) também precisamos dessas horas para prepararmos materiais e atividades para os nossos alunos, além de cursos de aperfeiçoamentos (não esquecer que o que vale para eles, também vale para nós PEIs, pois compartilhamos das mesmas funções, embora em cargos diferentes. Nesta carência de profissionais de apoio, nós PEIs estamos executando as duas funções (cuidados e planejamento), sendo que, só aos PEIs foram impedidos de tirar as horas de planejamento, aos AEIs estão se beneficiando desde o decreto dos seus horários extraclasse. Temos que ser justo com ambos, e isto não está sendo visto.

    • Marcelo araujo quarta-feira, 16 abril 2014, 6:30 AM às 6:30 AM

      Você ainda não percebeu que o sr vereador nao gosta de professores pois so no município professores ganhar menos quê auxiliar e tem mais direitos que professores

      • Paulo Messina quarta-feira, 16 abril 2014, 8:30 AM às 8:30 AM

        Marcelo, professor não ganha ‘menos do que auxiliar’; professor ganha menos do que PROFESSOR deveria ganhar. Se acompanhar as publicações, terá outra opinião sobre nosso trabalho, basta ver as lutas pelos professores também.

  3. Ilda Maria Pessanha Soares terça-feira, 15 abril 2014, 9:04 PM às 9:04 PM

    Aguardando data de discussão deste assunto que precisa ser legitimado.

  4. Viviane Cardoso terça-feira, 15 abril 2014, 9:13 PM às 9:13 PM

    Boa noite! Eu gostaria de saber se teve aumento do dissidiu para a categoria de agente educacional se o município de Maricá RJ está incluido nesse aumento.É para que Mês? Atenciosamente,Viviane Cardoso.

  5. creusa dias da costa quarta-feira, 16 abril 2014, 6:46 AM às 6:46 AM

    gostaria q me falasse tbm sobre os porteiros da vpar,trabalho3 anos e estou c/ 2ferias venc.

    Em 15 de abril de 2014 17:10, Blog do Messina

  6. MARIA FERNANDA VERNES DE ANDRADE quarta-feira, 16 abril 2014, 10:56 AM às 10:56 AM

    sobre o 1/3 da carga horaria para planejamento tenho uma duvida eu trabalho como PEI numa creche no horario da tarde , sendo que o planejamento é feito com o restante dos professores de manhã , por ser a unica PEI na parte da tarde fui praticamente obrigada a reservar um dia da semana para chegar mais cedo e sair mais cedo do meu horario para participar o planejamento junto com os outros professores da unidade ( tem dois fazendo DR , o restante na parte da manhã e duas que chegam mais cedo para se encontrar pra planejar pois dão aulas em outras escolas dou aula a tarde numa turma de maternal 2 e terei que chegar mais cedo para me encontrar com ela , pois a mesma sai para dar aua em outro lugar . Gostaria de saber se o planejamento não deveria ser feito em dois momentos um a tarde e outro de manhã

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: