Migração para 40 horas: Acompanhamento

Pessoal,

Uma das grandes conquistas das emendas que fizemos ao Plano (em 2013, relembre aqui) foi a possibilidade de os professores atuais (PI, PII e PEI) poderem migrar para 40 horas, uma vez atendidas as seguintes condições: a disponibilidade de orçamento da Prefeitura, a necessidade do serviço (leia-se a necessidade do aluno) e os critérios estabelecidos pelo Poder Executivo.

De lá pra cá, nós estamos acompanhando a migração de todos.

14444450285_1c955a8c40_k

Entre os milhares de inscritos, já houve a migração bem sucedida de boa parcela deles, mas alguns critérios ainda nos incomodam muito, em especial três deles: (a) não permitir que os professores em cargo de direção migrem, a não ser que larguem a gestão da unidade (discutirei este critério de forma mais ampla em uma outra publicação separada); (b) a questão de considerarem como falta o período de greve 2013/2014; e (c) não permitir que pessoas com mais de 20 anos de carreira migrem (independentemente se têm idade para ficarem mais 5 anos em serviço).

Em relação ao tempo de casa, vamos propor uma alteração na regra para a SME, envolvendo também a Procuradoria do Município, para abranger também estes casos. Dessa forma, garantimos que os servidores migrem, sem comprometer a segurança jurídica do Município.

E em relação ao item (b), não é justo penalizar um servidor que nunca faltou, nunca tirou uma licença, porque este ingressou em uma greve, lutando, justamente, (entre outras coisas) por estas melhorias para a educação que são possíveis somente agora. Se a própria Prefeitura negociou reposição e abono para esses servidores, mais uma razão para não puni-los agora.

Diante disso, vamos promover a partir de amanhã, na Câmara Municipal, a partir das 18h, reuniões para receber cada caso, para que, depois disso, possamos defendê-los um a um. Esses encontros são marcados com antecedência pelo telefone do nosso gabinete (21) 3814-2094.

Abraços,
Paulo Messina

46 pensamentos sobre “Migração para 40 horas: Acompanhamento

  1. ana lucia cordeiro cruz lagolago segunda-feira, 6 julho 2015, 10:09 PM às 10:09 PM

    Obrigada! Entrarei em contato amanhã.

    Att

    Ana Lucia Cordeiro  Cruz Lago 

    Mat.200846-4

    Enviado do Yahoo Mail no Android

  2. Jadcele segunda-feira, 6 julho 2015, 10:10 PM às 10:10 PM

    Resta a nós, professoras que estamos a frente das escolas municipais, aguardar (por quanto tempo….) uma decisão por parte dos governantes. Algo já tão falado… ainda parece tão distante…. E prosseguimos fazendo o melhor que podemos.

  3. Elen Sales terça-feira, 7 julho 2015, 12:47 AM às 12:47 AM

    Sr. Paulo Messina, o sr. Acha válido e justo um professor com 45h semanais com duas matriculas migrar para 40h, tendo por base que o salário de 40 é maior do q o de 45h? Sinceramente dê sua opinião!

    • Paulo Messina terça-feira, 7 julho 2015, 7:44 AM às 7:44 AM

      Eu não migraria, Elen, por isso a emenda da equiparação. A próxima parcela de aumento real (além do reajuste) será em dois meses. Vou postar sobre isso também. Veja nesse mesmo artigo o link para as emendas (bem no início do texto).

  4. Ana Maria Simões de Paiva terça-feira, 7 julho 2015, 1:36 AM às 1:36 AM

    Vereador, como fica a migração dos PII de Classe e escola Especial que fizeram opção, fazem dupla e até agora nenhuma esperança para nós que somos requisitadas pelo IHA !!!! Por favor, nos dê uma resposta para essa demora !

    • Paulo Messina terça-feira, 7 julho 2015, 7:45 AM às 7:45 AM

      Importante observação, Ana, e também cabe para os professores de sala de recurso. Vamos fazer uma cobrança à Prefeitura e um texto em separado!

  5. tereza araujo terça-feira, 7 julho 2015, 6:47 AM às 6:47 AM

    gostaria de saber se ainda a alguma chance para as aux de creche ser chamada ,e se tem algum caso na justiça

  6. Fabiana terça-feira, 7 julho 2015, 7:52 AM às 7:52 AM

    Não se esqueça de mim! Não fiz a inscrição por conta do desvio do meu processo. Abri um processo e foi falado q ele será julgado c os outros.

  7. SUZANI terça-feira, 7 julho 2015, 9:05 AM às 9:05 AM

    “E em relação ao item (b), não é justo penalizar um servidor que nunca faltou, nunca tirou uma licença…” Concordo com a colocação em relação aos professores que participaram da greve, apesar de não ter feito nem mesmo um dia de paralização. Mas, punir alguém que também usou dos meios legais (passou por perícia médica e obteve alta da mesma, o que significa que está apto a dar aulas) para cuidar da saúde??? Recebi um e-mail dizendo que “Quem está com o número de ausência superior a 05 (cinco) justificadas passa por uma análise da comissão da migração.” Então, trabalhar enfermo é a única alternativa para não sermos punidos?? Assim, teremos um grande número de professores com virose, conjuntivite ou imobilizados em sala de aula para não perder a chance de garantir que sua dupla regência de anos possa transformar-se em 40h…Totalmente descabível! Desumano!

    • SUZANI terça-feira, 7 julho 2015, 12:54 PM às 12:54 PM

      paralisação*

  8. Fátima terça-feira, 7 julho 2015, 10:48 AM às 10:48 AM

    Gostei muito do texto e quero acrescentar q eu n migrei pq sou de Sala de Leitura e teria q sair .Acho injusto , já q eu sou regente , inclusive n pego uma turma e sim todas as turmas da escola.

  9. Regina H. Thome de Carvalho terça-feira, 7 julho 2015, 1:08 PM às 1:08 PM

    Gostaria muito que colocassem certas situações chamando atenção para incoerências. ….Tenho 57 anos e estou no município desde 1986…se posso trabalhar na compulsória ate meus 70 anos pq então não posso migrar. …tenho amigas com mais idade e tempo tbm para se aposentar q migraram tenho amigas q fizeram greve e fi aram de licença e por causa de marido e logo q retornou migrou. …sou requisitada para sala de recursos e dr em classe especial…..faço Dr desde q entrei para o município. …Poderiam me dar um retorno? Obg….

  10. Rita de Cassia terça-feira, 7 julho 2015, 2:36 PM às 2:36 PM

    Fiz o concurso para Pll 40 horas em 1992.Trabalho emregime de 40 horas e meu vencimento e inferior ao dos professores q migraram e tbm ao dos prof concursados atualmente.
    Gostaria de saber o motivo ja q trabalho 40 h semanais ha 23 anos

  11. Cátia Rodrigues dos Santos terça-feira, 7 julho 2015, 3:49 PM às 3:49 PM

    Boa tarde!
    Sou professora de Português e desde que engressei na rede, faço DR (DUPLA REGÊNCIA ).
    Há anos vinha esperando essa oportunidade de ampliar minha carga horária.
    Participei da greve e fiz a reposição das aulas.
    Entrei com pedido de migração para 40h, mas foi negado, devido às faltas de greve.
    Torço para que revejam essa posição arbitrária e que aceitem a minha migração.
    Cátia Rodrigues
    Matrícula 10/194.932.0

  12. ALZIRA terça-feira, 7 julho 2015, 4:08 PM às 4:08 PM

    Eu me enquadro no caso de mais de 20 anos. Considero injusto, pois mesmo que eu migre e permaneça em sala de aula mais 5 anos, não completarei 70 anos, idade máxima para aposentadoria.

  13. Jaqueline de Souza terça-feira, 7 julho 2015, 4:18 PM às 4:18 PM

    Boa tarde ! Gostaria de tirar algumas dúvidas a) o PEI que está em estágio probatório poderá migrar para 40 hrs? b) O PEI que ainda tiver preso a pericia fonoaudiológica , no meu caso , estou na SME há dois anos eu serei chamada? .
    , Desde já agradeço;

  14. Mariângela Sasso Gozzi terça-feira, 7 julho 2015, 5:57 PM às 5:57 PM

    Sou professora Pll lotada na 1 CRE e sou regente de turma há 30.Tenho uma matrícula e faço dupla regência.
    Me inscrevi para migração de 40h mas na SME me disseram que não tenho chance .
    Fico na esperança de acontecer alguma mudança.
    O senhor acha que pode mudar alguma coisa para quem tem mais de 25 anos de regência e deseja continuar sala de aula?
    Por favor dê a sua opinião!

  15. Viviane de Jesus Guimarães da Cruz terça-feira, 7 julho 2015, 6:16 PM às 6:16 PM

    Bom dia Sr. Vereador Paulo Messina. Meu nome é Viviane de q Guimarães da Cruz e gostaria de saber informações a respeito da migração dos professores de carga horária de 22h e 30min. para 40 horas. Sou PII, matrícula 10/222342-8, lotação 09.18.203 e minha admissão na PCRJ foi em fevereiro de 2002, nunca sai da regência e sempre fiz dupla regência. Não sou grevista, nunca tive processo administrativo e nunca tive uma falta ou impontualidade em meu cartão de ponto. Sempre fui professora regente, professora de Sala de Leitura e desde o ano passado trabalho como professora regente dos Projetos de Realfabetização e Aceleração. Em 2012, fui a 1ª professora da 9ª CRE a fazer a inscrição para migração. Mas, não fui contemplada. Pois, dois dias depois da minha inscrição, saiu uma publicação em D.O informando que os professores em dupla regência não poderiam assumir como 40 horas. No dia 07 de março de 2014, fiz a inscrição on line para migração e estou aguardando a chamada. Em 25 de novembro de 2014, escrevi um e-mail para a Professora Maria de Lourdes e obtive a seguinte resposta: “- Infelizmente, no 1º período de 2013 vc teve 17 dias de licença artigo 88 e 7 dias de licença 100, ultrapassando os 20 dias nos últimos 2 anos, estabelecidos no Decreto. Entretanto, vc continua na listagem dos inscritos e tem chances de migrar nas próximas chamadas.” Graças a Deus, no ano de 2014 e até a presente data não tive nenhum problema de saúde, que precisasse licenciar. Tenho acompanhado as listagens de migração e tenho conhecimento de professores que mesmo licenciados por longos períodos conseguiram migrar. Será que esses 24 dias ausentes de minhas funções, irão me impossibilitar de migrar? Peço a sua ajuda. Sinto-me desestimulada a cada nova listagem que sai. Quais são as minhas reais chances? Me ajude, por favor!!! Deus o abençoe. Agradeço a sua atenção e empenho em lutar pelos profissionais da Educação. Aguardo o seu retorno. Atenciosamente, Viviane “O Senhor é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O Senhor é a força da minha vida; de quem me recearei?” Salmo 27:1

  16. Lúcia Miranda terça-feira, 7 julho 2015, 6:18 PM às 6:18 PM

    Não sei se terei chance.Estou muito angustiada, pois entrei para o Município em 1986 e desde essa época faço dupla regência. Se eu me aposentar o meu vencimento fica muito pouco. Sou PII
    22.5. Penso na chance de incorporar a dupla regência na aposentadoria, para
    quem ainda estiver trabalhando e ainda
    não pediu a aposentadoria.

  17. Marli ramos ferreira terça-feira, 7 julho 2015, 6:25 PM às 6:25 PM

    Entrei em 1995,fiz a inscrição para 40h e não fui chamada,ainda tenho chances.Sou PII.marli

  18. Maria Beatriz terça-feira, 7 julho 2015, 7:14 PM às 7:14 PM

    Boa noite! Gostaria de saber se haverá nova inscrição para migração 40 horas?

  19. Glória Heloisa terça-feira, 7 julho 2015, 8:44 PM às 8:44 PM

    Boa noite, Vereador e assessores. Eu me inscrevi no primeiro momento para migrar tenho 12 anos de exercício, meu nível é MM2. Mas como estou atuando como diretora adjunta, soube que fui sumariamente excluída do processo de migração sem se quer ser consultada, se tinha interesse em atuar como regente. Na época nós FGs não fomos impedidos de fazer a inscrição para migrar, porém as regras ficam se alterando a cada convocação, gerando insegurança funcional em todos nós, pois não sabemos como proceder. Tenho intenção de migrar mesmo que tenha que abrir mão do cargo, pois não existe mais valia em estar na Equipe de Gestão, com essa desvalorização e o acúmulo de responsabilidades, comprometimento e conflitos que temos que administrar por causa das diferenças e injustiças criadas entre os novis e antigos cargos da Rede.

  20. Cristiane Souto terça-feira, 7 julho 2015, 8:55 PM às 8:55 PM

    Fiz minha inscrição para a migração e não fui chamada porque tenho 20 anos e participei das greves. Gostaria muito de conversar sobre essa situação.

  21. Carolina Suisso terça-feira, 7 julho 2015, 9:19 PM às 9:19 PM

    Um outro critério que deveria ter sido avaliado é a questão dos aprovados nos últimos concursos que estão dentro do número de vagas estabelecido em edital. Essas migrações estão ocorrendo antes dos concursados serem chamados e a apreensão é grande!!!!!

  22. Evanilda de Jesus Oliveira terça-feira, 7 julho 2015, 9:19 PM às 9:19 PM

    Amigo Paulo Messina estou com um grande impasse: tenho duas matrículas uma de PII ( desde 2001) outra de PEI ( desde 2011, já terminei o estágio probatório o ano passado), na minha matrícula de PII estou atuando como diretora adjunta em um CIEP a Prefeitura não me deu amparo para que eu ficasse com minha matrícula de PEI no CIEP e eu me vejo obrigada a trabalhar meio período em outra escola. Isso não é justo.

  23. Lilik terça-feira, 7 julho 2015, 9:20 PM às 9:20 PM

    Sou p1 e trabalho em uma escola de 40 horas e ainda não migrei. Professores de escolas regulares da mesma matéria que leciono e também do mesmo concurso já migraram. Como explicar isso?

  24. ANNA terça-feira, 7 julho 2015, 9:24 PM às 9:24 PM

    GOSTARIA DE SABER SE ,SÓ TERÁ POSSIBILIDADE DE MIGRAR QUEM ENTRAR EM CONTATO COM VC, OU SE QUANDO RESOLVER, TODOS QUE ESTÃO NA MESMA SITUAÇÃO SERÃO CHAMADOS?

  25. Jorzelia Nunes Cassel terça-feira, 7 julho 2015, 11:39 PM às 11:39 PM

    Eu fiz o pedido prá migrar no ano pasado e não obtive êxito, estou no caso de mais de 20 anos de Município.

  26. Anna Maria quarta-feira, 8 julho 2015, 1:06 AM às 1:06 AM

    Vereador…por que professoras já aposentadas numa matrícula e com mais de 50 anos estão conseguindo migrar e outras não? Por que os professores do Complexo da Maré estão aguardando serem chamados para a migração e existem MUITAS escolas de lá com turmas sem professor, algumas ainda não iniciaram o ano letivo, há centenas de crianças em casa e dezenas de professores que já estão lotados em escolas da Maré e querem migrar e não são chamados?

  27. Regina O. sitatino quarta-feira, 8 julho 2015, 10:36 AM às 10:36 AM

    Olá vereador. eu também me enquadro no caso do quem tem 20 anos de matrícula e trabalho todo este tempo fazendo dupla regência. Hoje trabalho em escola de horário integral e faço 40hs como dupla. Gostaria de saber como fica minha situação, pois ainda não fui chamada para migrar.Muito obrigada.

  28. Israel Camargo quarta-feira, 8 julho 2015, 12:22 PM às 12:22 PM

    O pessoal de portaria das escolas ficou no esquecimento,quantas pessoas desempregada,e nada foi feito.

  29. Marcia F. Garcia quarta-feira, 8 julho 2015, 12:56 PM às 12:56 PM

    Boa tarde!
    Sou do Concurso de 92 (PII). Por volta de 2009/10 tivemos a oportunidade(???) de “virar” 40 horas – pedindo exoneração da segunda matricula – ou desistir. Não fiz nem uma coisa nem outra,. Não compareci a CRE para assinar a desistencia
    Quem entrou com processo conseguiu mes passado migrar, mesmo estando em FG e com duas matriculas.
    Como devo proceder?^???? Onde entro com o processo?
    Sou readaptada na segunda matricula. Porém em ambas ja cumpri o “tempo de regência” e minha readaptação foi posterior ao concurso. Logo,entendo que fui prejudicada.
    Peço uma orientação
    Obrigada
    Marcia

  30. Tereza Cristina Pereira Carneiro Torres da SIlva quarta-feira, 8 julho 2015, 2:39 PM às 2:39 PM

    Vereador, boa tarde,
    Meu nome é Tereza e o único problema que poderia dificultar minha migração foi que aderí à greve por 7 dias em 2013, dias estes que foram repostos e devidamente cumpridos antes do fim do ano não havendo prejuízo para meus alunos. Na época da migração haviam me dito que outro problema que poderia impedir tal migração é que, como estava com 140 quilos, fiz uma bariátrica em maio de 2012 necessitando ficar afastada por 1 mês. Não sou de pegar licenças desnecessárias e realmente só me afasto em casos de total possibilidade de trabalho. Estou na rede municipal desde o ano 2000 e me sinto prejudicada pois até mesmo uma segunda matrícula, no ano de 2009, me foi negada pela perícia da biometria mesmo entrando com recursos. A alegação na época é que eu possuia fenda nas cordas vocais (o detalhe é que nunca tirei licença por voz e a mesma é extremamente alta e forte). Enviei ao Sr. uma msg via face perguntando se havia o que fazer em meu caso. Aguardo resposta.
    Atenciosamente,
    Tereza Cristina Pereira Carneiro Torres da Silva

  31. Roselea Siles quarta-feira, 8 julho 2015, 2:46 PM às 2:46 PM

    Estive nesta reunião que contou com um numero sgnificativo de Professores da Educaçao Infantil, e entendemos que para alem das faltas pela greve outras faltas como licença aleitamento, acompanhar familiar, licença medica, comuns entre professores que trabalham com 0 a 3 e estao em contato direto com aa fezes, urinas e secreçoes nasais das crianças, alem de um contato fisico mais direto, entre outros casos os quais temos o direito garantido de afastamento para tratamento e que por vezes foram tiradas antes dos criterios estipulados pelo executivo ou bem antes da greve, estao contando pela comissao de migraçao como impeditivas para alguem que faz 45h de trabalhos semanais desde o dia que tomou posse, praticamente. Sr. Paulo Messina, ou se muda as regras desse jogo, ou entendemos que esse item do PCCRJ proposto por este governo e aprovado ppr esta casa nao passou de uma falácia!

  32. Izabel Hercília de Menezes Guedes. quarta-feira, 8 julho 2015, 5:41 PM às 5:41 PM

    E como fica uma pessoa que por mais de 20 anos fez DR esperando alguma coisa acontecer e nada.Hoje ainda estou na ativa com 41 anos de magistério, 63 de idade e somente uma matrícula? Nadei nadei e morri na praia. Deixei a DR em 2013..

  33. Fernanda quarta-feira, 8 julho 2015, 10:25 PM às 10:25 PM

    Boa noite,
    Gostaria de saber como está ocorrendo esse acompanhamento à migração para 40h.
    E gostaria também de saber se o acompanhamento também ocorrer para PI.
    Atenciosamente,
    Fernanda Roman

  34. Janete Maria Da Paixao Costa quinta-feira, 9 julho 2015, 2:09 AM às 2:09 AM

    Sou Professora de Artes Plásticas, com ingresso na SMERJ em 1990 como P II. Trabalho em tripla regência e não posso migrar, embora esteja inscrita, porque completei 25 anos de serviço. É justo isso, já que trabalho por três colegas numa região carente de professores, SEPETIBA. A SME diz que artes não é prioridade, apenas matemática e português. Discordo, pois os professores de artes, educação física, artes cênicas e música entram em sala para que os professores do primeiro segmento possam fazer seu planejamento. Gostaria que este ponto fosse esclarecido, pois é injusto. Tenho colegas de matemática que migraram e foram pára Direção, deixando as turmas que lecionavam.
    Atenciosamente,
    Janete

  35. Isabel quinta-feira, 9 julho 2015, 12:48 PM às 12:48 PM

    Boa tarde, Vereador!
    Não acho justo essa discriminação com os professores que fizeram greve não serem chamados para migração de 40 horas.Por favor lute por essa causa. fiz greve por uma semana e paguei com trabalho essas horas e fui descontada. O edital fala dos professores antigos ,mas até agora quase ninguém do concurso de 2001 entrou, só as matriculas novas.

  36. Janice ganga de souza sexta-feira, 10 julho 2015, 6:01 AM às 6:01 AM

    Sou PII matr: 10/191010-8, Janice Ganga de Souza ,conto c sua ajuda acompanhar as migrações .Obgrada!

  37. Aríete Fernanda de Araujo sábado, 11 julho 2015, 6:35 PM às 6:35 PM

    Sr. Vereador estou muito angustiada pois estou nessa situação de 20 anos fiz minha inscrição e desde então tenho acompanhado muitos professores conhecidos que migraram fora das exigências estabelecidas , uma conhecida que foi chamada já tinha mais de 25 anos de magistério e está em cargo de direção. Tenho achado os critérios de convocação muito estranhos, será que o senhor poderia me ajudar? Preciso muito passar para 40 horas , pois o salário é melhor , a carga horária é melhor e terei mais tempo para planejar as aulas para meus alunos. Tenho me sentido muito humilhada em minha unidade de trabalho pois trabalho lá a 21 anos na matricula 10/165424-3 e 20 anos na matricula 10/171983-0 escolhi essa unidade na Maré de horário integral e vinha trabalhando horário integral desde então só que de 2012 pra cá venho sendo impedida de trabalhar com uma turma só porque tenho duas matrículas. Se trabalhei 19 e 18 anos em turmas integrais porque agora não posso mais? Acho muito injusto ! Socorro me ajudem

  38. Vera Junia domingo, 12 julho 2015, 1:36 PM às 1:36 PM

    Tenho 58 anos e estou pensando em migrar. Minha dúvida é que pretendo ficar apenas 5 anos na ativa. Assim, minha aposentadoria seria
    proporcional.
    Vale a pena?

  39. ANNA terça-feira, 14 julho 2015, 8:18 PM às 8:18 PM

    GOSTARIA DE SABER COMO ESTA A SITUAÇÃO DE QUE NÃO MIGROU PARA 40 HORAS POR TER FEITO GREVE…

  40. Wania Lucia Mieli Barbosa terça-feira, 21 julho 2015, 3:08 PM às 3:08 PM

    Eu e minhas colegas com mais de 20 anos de carreira, ainda aguardamos a migração para quarenta horas, já que temos condições e idade para continuarmos até mais do que cinco anos. Espero que experiência e dedicação à carreira , durante todos esses anos, sejam requisitos para valorização e não, restrição para migração.
    Grata
    Wania Lucia Mieli Barbosa

  41. Ana Ligia quarta-feira, 22 julho 2015, 5:43 PM às 5:43 PM

    Boa tarde, eu ainda não migrei e acredito que seja devido a greve. Porém, paguei todas as faltas e gostaria de uma posição, pois acho que isso é discriminação já que a greve é um direito do servidor. Gostaria que conhecessem o meu trabalho, há 13 anos na prefeitura já dei aulas para todos os anos menos classe especial. Espero uma resposta.
    Atenciosamente , Ana Ligia Malaquias Coutinho

  42. Ivania Alves Bomfim domingo, 26 julho 2015, 2:23 PM às 2:23 PM

    Gostaria de saber se há como eu descobrir sozinha se fui aceita no programa de 40 horas. Obrigada ivaniabj@hotmail

  43. Herman Sousa da Silva domingo, 26 julho 2015, 5:01 PM às 5:01 PM

    Quando nós, PI de Educação física, seremos chamados para migrar para 40h ?

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: