Arquivo da tag: Marcha das Famílias

Marcha das Famílias com Deus pela Liberdade

Pessoal,

Pedindo licença dos temas da Educação, preciso falar sobre essa aberração de hoje, pois não dá para segurar. 🙂

Primeiro, não consegui ver Deus durante a marcha, e procurei em várias fotos… Ele foi? Mas deixo aos religiosos a tarefa de lembrar de ‘não usar Seu nome em vão’.

Sobre a Liberdade, escrevo eu: não usem o ideal em vão; ela não se aplica nessa aberração de causa, por nenhum dos lados presentes no conflito de hoje.

marcha-deus-liberdade(Foto de Ernesto Carriço, Agência O Dia)

De um lado, uma direita reacionária, pior que conservadores, pediam a volta dos militares. Gritos e palavras de ordem como “verde e amarelo, sem foice e sem martelo” ou “um, dois, três, quatro, cinco mil…queremos os militares no governo do Brasil” eram ouvidos.

Bom, primeiro, para os de direita conservadores e reacionários, por favor, não tentem fazer essas ‘frases’ de ordem; fica piegas. Vocês não têm capacidade para isso. Movimentos sociais e a esquerda são mestres nisso; vocês ficam ridículos. “Um, dois, três, quatro cinco mil…”? Pelo amor de Deus… Epa, desculpe, esqueci que Ele não tem a ver com isso.

Aí, em um determinado momento, a marcha pela Liberdade expulsa um cara sob a suspeita de ser do PT. Expulsa um cara. A marcha pela Liberdade. Liberdade…

Mais adiante na passeata, aparecem militantes de partidos Socialistas para combater. Traziam fotos de desaparecidos da ditatura, gritavam “fascistas e golpistas”. Socialistas tampouco defendem a Liberdade. No máximo, a Igualdade.

Tinha de tudo naquela passeata, menos Liberal.

Aí você lê as matérias e vê as entrevistas e o que pensam os ‘militantes’. “(…) tem que dar um jeito, uma arrumada na nossa casa (…) Justiça não há e mídia está amordaçada. Os políticos roubam (…)“. Nessa fórmula de povo oprimido e humilhado, só falta agora um ídolo para completar o cenário e vamos embora rumo ao fascismo! E olha que o povo está doido por um ídolo, vide os apelos a Joaquim Barbosa para se candidatar. No ponto onde estamos, falta só a figura central.

Isso é discurso de Liberdade? Pior que veio de uma mulher aquela entrevista acima. Alguém pode avisar a ela que, em um movimento reacionário, os primeiros a morrer são os avanços sociais justos e necessários, que foram conquistados nos últimos anos com tanta luta e dificuldade?

Outra imbecilidade da direita conservadora é chamar o governo do PT de comunista. Eu continuo com meu direito à propriedade. Os aumentos de juros para conter a inflação continua enriquecendo grandes bancos. PT não é mais de esquerda. Nem é de direita. Tampouco liberal. Hoje, o que impera é o fisiologismo; não há ideologia, mas sim aparelhamento político generalizado e um projeto exclusivamente de poder pelo poder. Aí vemos uma salada completa que vai desde lucros nunca antes vistos na história deste país, até impostos sendo aumentados para custear programas sociais e bolsas-voto país afora.

Mas não vou terminar esse artigo de forma sombria! Teve, no meio de tanta excrescência, uma coisa boa, tenhamos esperança!: o desprezível quorum do movimento. Aqui no Rio, a patética quantidade entre 200 e 300 pessoas. E nenhuma Liberal, nenhuma defendendo a Liberdade. Nos fim das contas, a única mensagem de liberdade que fica é: sim, somos liberais. Defendemos a Liberdade até para que se deixe fazer uma passeata e falarem tanta bobagem.

Abraços,
Paulo Messina

%d blogueiros gostam disto: